5 Equipamentos Essenciais Para Postos De Combustíveis

Conheça alguns equipamentos essenciais para o bom funcionamento de postos de combustíveis

No Brasil, os combustíveis são a base da indústria automotiva, movimentando todo o setor de transporte público e principalmente particular, já que nos últimos anos o número de automóveis circulando pelas ruas aumentou consideravelmente.

Com esse cenário cada vez mais promissor, o setor de postos de combustíveis se tornou uma boa escolha para quem deseja investir podendo ter um retorno bastante lucrativo, quando bem gerenciado.

A grande questão é que para o bom funcionamento, um posto de gasolina precisa investir em equipamentos que garantam não só a qualidade do serviço prestado, como também a segurança do estabelecimento, uma vez que por serem substâncias inflamáveis, os combustíveis obrigatoriamente precisam ser manuseados com o máximo cuidado e entrar em contato somente com equipamentos apropriados e desenvolvidos especialmente para essa finalidade.

Confira agora uma lista com 5 dos equipamentos essenciais para postos de combustíveis:

1. Aferidor de Combustível

O Aferidor de combustível serve para verificar se a quantidade de combustível marcada pela bomba de abastecimento está correta.

Todo posto precisa obrigatoriamente ter um aferidor de uma medida de volume com capacidade para 20 litros, aprovado pelo INMETRO, e a bomba medidora deve ser verificada anualmente.

2. Maleta para análise de combustíveis

A registro de análise de qualidade de combustíveis é uma exigência do INMETRO para todos os postos de combustíveis e para fazer esse trabalho, a maleta com instrumentos para análise é um item indispensável.

É através da análise feita com esses instrumentos que serão verificados o aspecto, cor, densidade, quantidade de determinadas substâncias, e diversos outros fatores que devem ser considerados para atestar a qualidade do combustível oferecido.

3. Régua para medir tanque de combustível

Como o próprio nome já sugere, a régua serve para medir a quantidade de combustível existente dentro de um tanque ou reservatório através de uma fita métrica embutida na própria régua.

4. Mangueira de abastecimento

As mangueiras para abastecimentos são indispensáveis nos postos de combustíveis e servem como condutoras do combustível até o tanque. Por isso, elas precisam ser de um material resistente, flexíveis e fáceis de manusear, além de precisar suportar mudanças climáticas.

5. Caixa separadora de água e óleo

Usada essencialmente para separar a água do óleo, a caixa separadora de água e óleo também é responsável por isolar outros resíduos oleosos e sólidos, para que a água descartada não contamine o meio ambiente.

Esses são apenas alguns dos muitos equipamentos necessários para o bom funcionamento de um posto de combustível. Para conhecer outros e encontrar tudo que você precisa para garantir a qualidade e segurança do seu serviço, acesse: https://www.petrolider.com.br/ e saiba mais.

Combustíveis: por que filtrar?

Necessários para garantir o bom funcionamento dos motores, os sistemas de filtragem também diminuem o impacto da queima de combustíveis no meio ambiente.

Os motores sempre foram um dos componentes mais sensíveis e de maior exigência de qualquer veículo. Por isso, as normas reguladoras quanto aos componentes necessários para o bom funcionamento dos motores e redução de danos ao meio ambiente estão sempre sendo atualizadas, o que aumenta a responsabilidade dos fabricantes não só de combustíveis, como também de equipamentos de filtragem e postos de serviços.

Para que serve o filtro de combustível

Nos veículos, o filtro de combustível é utilizado em motores de combustão movidos a álcool, diesel e gasolina, e serve para proteger partes sensíveis do mecanismo como os carburadores e orifícios da injeção eletrônica.

Mas na verdade a filtragem dos combustíveis deve ser feita antes mesmo de chegar aos motores, ainda nos postos de abastecimento, que precisam obrigatoriamente possuir sistemas de filtragem eficazes que garantam a qualidade dos produtos oferecidos. Além de ser fundamental também para a credibilidade do posto frente a consumidores cada vez mais exigentes e informados, que mais do que preço, hoje consideram a qualidade do combustível fator essencial na hora de abastecer.

“Os filtros garantem a qualidade do combustível requerido. A prática de bons procedimentos no sistema de filtragem como drenagem, troca de elementos filtrantes de qualidade e no período indicado, garantem a satisfação do usuário que é formador de opinião”, ressalta a vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Equipamentos para Postos de Serviços (ABIEPS), Hérica Gonçalves.

Ao eliminar dos combustíveis elementos contaminantes, os filtros evitam que o sistema do veículo seja afetado pela interferência dessas impurezas, que podem causar danos irreversíveis ao motor e até ocasionar um colapso total. Além disso, os filtros são fundamentais na redução da poluição causada pela queima dos combustíveis. Tanto, que seu uso é determinado também por Órgãos Ambientais, já que nas grandes cidades a poluição causada pelo grande tráfego de veículos ainda é uma das maiores vilãs do meio ambiente.

Filtro separador de água e óleo diesel: um caso à parte

Usado em veículos de grande porte como ônibus e caminhões, o sistema de injeção de motores movidos a óleo diesel são extremamente sensíveis e exatamente por isso, e pela sua funcionalidade de transporte, exigem uma atenção especial quanto a qualidade do combustível utilizado.

As impurezas do diesel normalmente já surgem durante o trajeto entre a refinaria e os caminhões tanques, quando acontece a oxidação de alguns componentes pelo ar e a sua umidade acaba formando pequenas partículas de água, ao mesmo tempo em que os tanques de armazenamento soltam impurezas sólidas que contaminam o óleo.

Por mais inofensiva que a água pareça ser na natureza e em nosso dia a dia, no caso dos motores à diesel a água é um contaminante que pode levar a corrosão do sistema de injeção e portanto, muito perigosa.

A função do filtro separador de água e óleo é exatamente impedir que esse contato aconteça e que a água e outras partículas cheguem ao motor, ou seja, o filtro é responsável por garantir a segurança de todo o sistema de combustível.

Já nos postos de combustíveis e outros estabelecimentos do setor, essa separação da água do óleo diesel é feita através das caixas separadoras, por possuírem uma grande capacidade de vazão, tornando possível eliminar as impurezas de um grande volume de óleo em um curto espaço de tempo. É importante lembrar que para esses estabelecimentos, a caixa separadora de água e óleo é uma exigência do Conselho Nacional do Meio Ambiente, para evitar que os resíduos dos combustíveis contaminem o solo.

Como garantir a qualidade do combustível

Se você precisa garantir a qualidade dos combustíveis utilizados na sua frota ou trabalha em postos de abastecimento e faz questão de oferecer o melhor para os seus clientes, fale conosco e tenhas os melhores filtros. A Petro Lider trabalha com as melhores marcas do mercado e possui todos os equipamentos de filtragem que você precisa.

Acesse nossa loja virtual e confira!

Medidor de vazão para combustível

O equipamento simples que pode fazer toda a diferença na hora do abastecimento

A vazão é uma das medidas mais usadas na indústria e isso tem um bom motivo, já que ela é essencial para medir a quantidade de fluxo de diversas substâncias, não só para controle de desperdícios, como também para melhorar a produtividade.

Da produção industrial para o cotidiano, os marcadores de vazão ganharam um grande espaço também em outros ambientes, como os hidrômetros, por exemplo, que medem o consumo de água nas casas, e os marcadores de vazão de combustíveis, que fazem parte da rotina de trabalhadores da cidade e do campo.

Medidor de vazão para combustíveis

Os combustíveis tornaram-se comuns e essenciais para praticamente tudo em nosso dia a dia, mas o seu manuseio não deve ser subestimado e exige cuidado e controle, principalmente por parte dos profissionais que trabalham constantemente com veículos e maquinários a base de combustíveis.

Assim como existem diversos tipos de combustíveis, também existem vários tipos de marcadores de vazão, diferenciando-se por tipo de combustível e volume de vazão.

Os mais comuns são os marcadores mecânicos e digitais, e a escolha do equipamento deve ser feita de acordo com a necessidade e fluxo de trabalho de cada segmento.

Como funciona

Os marcadores digitais precisam de pilhas ou baterias e os mecânicos não, mas de forma geral, independente dos acessórios ou modelos, os medidores funcionam de forma bastante similares, bastando conectá-los na mangueira de combustível. Assim que o líquido passar pelo equipamento, a medição irá começar e poderá ser acompanhada através da contagem parcial, que zera após cada abastecimento, mas soma-se ao número do totalizador, que marca a litragem de toda a vida útil do medidor.

Os dígitos do medidor parcial e total também podem variar, assim como o volume de vazão que cada um suporta e claro, o combustível a que se destina.

Tipos de combustíveis e indicação

Na Petro Líder é possível encontrar diversos modelos, para os mais variados tipos de combustíveis, como óleo diesel, lubrificante, graxa, arla, querosene, gasolina, água e outros.

Os medidores de vazão são indicados para abastecimento de reservatórios de veículos fora da estrada, escavadeiras, reservatórios de máquinas e motores, abastecimento de colheitadeiras, caminhões, tratores, TRRs, postos de combustíveis e vários outros segmentos.

Para saber mais, acesse nosso site e encontre o modelo certo de medidor para o que você precisa. Em caso de dúvidas, não deixe de falar com nossos consultores de vendas: https://www.petrolider.com.br/

A importância da lubrificação para equipamentos e veículos

Quando se compra um equipamento ou veículo a intenção é que a sua vida útil seja longa e que eles funcionem perfeitamente durante todo esse período. Mas, para que isso aconteça, é preciso que a manutenção também seja perfeita, e quando se fala em manutenção, poucos cuidados são tão essenciais quanto a lubrificação.

Um estudo realizado pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT), determinou que a degradação e desgaste das superfícies das peças são responsáveis por 70 % das causas de paradas de equipamentos.

Embora a pesquisa tenha estudado somente equipamentos industriais, o mesmo se aplica a maquinários móveis e veiculares, já que além de causar desgaste nas peças, a falta de lubrificação também influencia na temperatura de praticamente todos os tipos de motores.

O que são lubrificantes

Lubrificantes são substâncias colocadas entre duas superfícies, formando uma película protetora que irá reduzir a fricção ou atrito entre elas enquanto se movimentam. Essa movimentação gera energia que logo se converte em calor. Esse atrito pode gerar desgastes às peças, enquanto que o calor tem como consequência uma alta tensão de temperatura e juntos, esses dois fatores fatalmente irão comprometer o bom funcionamento do equipamento.

Dessa forma, o papel do lubrificante é evitar que isso aconteça, fazendo com que o contato entre os componentes em movimento seja suave, e o desgaste e calor gerados seja mínimo.

Os lubrificantes podem ser líquidos, gasosos, semi-sólidos ou sólidos, mas os mais utilizados normalmente são os óleos e graxas.

Principais funções dos lubrificantes:

  • Reduzir o atrito e desgaste das peças;
  • Diminuir o calor gerado pela movimentação das peças;
  • Atuar como agente de resfriamento nos motores;
  • Proteger contra a corrosão;
  • Fazer a limpeza das superfícies e evitar a entrada de impurezas;

Principais propriedades dos lubrificantes e como escolher

Ao longo do tempo as máquinas e os veículos evoluíram e mudaram drasticamente seu funcionamento e, para acompanhar essas mudanças, os lubrificantes também sofreram diversas alterações tecnológicas bastante consistentes.

Para uma correta lubrificação, além de utilizar os equipamentos adequados é preciso escolher o tipo ideal de lubrificante levando em conta suas principais propriedades: aderência, viscosidade, ausência de ácidos, pureza química e mecânica, resistência ao tempo e pontos de inflamação e congelamento.

Já os equipamentos específicos para lubrificação, estão disponíveis no Brasil desde os anos 50 e hoje podem ser facilmente encontrados em lojas especializadas como a Petro Líder.

É importante lembrar que o uso dos equipamentos corretos para lubrificação são indispensáveis não só para que a lubrificação seja bem feita, mas também porque amenizam o risco de contaminação dessas substâncias.

Não corra riscos, cuide da lubrificação dos seus equipamentos e veículos, reduza os seus custos de manutenção e aumente sua produtividade.

Bomba manual para transferência de óleo diesel: conheça os modelos mais vendidos

Usadas na transferência de combustíveis, as bombas manuais podem variar quanto a sua composição e capacidade de vazão

Quem trabalha constantemente com veículos em postos de serviços, oficinas, indústrias ou até mesmo no campo, sabe que transferir combustíveis nem sempre é uma tarefa fácil, principalmente quando feita manualmente.

Por isso, para aumentar a produtividade nessas atividades, escolher o equipamento certo é essencial e pode mudar completamente a rotina de trabalho para melhor.

Para que serve: como o próprio nome já sugere, as bombas manuais servem para transferir óleo diesel, mas também outros combustíveis como óleo lubrificante, gasolina e querosene, de um recipiente para outro, e podem ser acionadas através de manivela (rotativa) ou por alavanca.

Mesmo que todos os modelos sejam manuais, existem algumas diferenças que devem ser levadas em conta na hora da escolha do modelo certo.  Acompanhe agora os modelos mais vendidos pela Petrolider e saiba mais sobre cada um:

Bomba Manual de Alavanca para óleo

Usada para coleta e transferência tanto de óleo diesel como lubrificante, o modelo 1007821 possui vazão de 16 litros por minuto e tem o corpo da bomba feito em aço e a cabeça com liga de zinco, garantindo resistência contra impactos.

Serve para adaptar em tambores de 60, 200 e 220 litros, possui cano de sucção telescópico e é muito leve pesando pouco mais de 2 kg.

Bomba Rotativa para óleo e querosene

Com vazão de até 30 litros por minuto, o modelo 6001211 serve para óleo diesel, lubrificante e querosene, possui adaptadores que permitem seu uso em tambores de até 200 litros e seu cano de sucção pode ser desmontado em 3 partes. De ferro fundido, esse modelo a manivela é um pouco mais robusto pesando quase 5 kg.

Bomba Rotativa para gasolina, óleo e querosene

Multiuso, o modelo 1002413  serve para gasolina, querosene, óleo diesel e lubrificante. Sua vazão é de 30 litros por minuto e é ideal para tambores de 200 litros. Com corpo em alumínio, ela pesa 3 kg e possui cano de sucção também desmontável em 3 partes.

Agora que você já conhece os melhores modelos de bombas manuais para transferência de óleos e combustíveis, com certeza escolher o mais indicado para as suas necessidades será muito mais fácil.

Se o que você procura é um equipamento mais robusto, de maior vazão e para transferência ou abastecimento de grandes quantidades de combustíveis, a Petrolider também possui modelos elétricos, a bateria e kits completos para abastecer.

Vai transportar combustível fora do tanque?

Fique atento aos galões e reservatórios certos para evitar problemas

Resolução vigente desde 2013 permite a comercialização de quantidades menores de combustíveis em recipientes, desde que dentro de normas bastante específicas

Embora muitos consumidores não saibam, a venda de combustíveis em recipientes como garrafas pet e outros tipos de embalagens improvisadas é proibida em postos de abastecimento em todo o país. O que não quer dizer que a venda de combustíveis em pequenas quantidades esteja proibida, e sim que existe uma regulamentação a ser seguida para garantir a segurança no armazenamento e transportes dessas substâncias, independente da quantidade.

Muito úteis e bastante comuns em zonas agrícolas e industriais para abastecimentos de máquinas e veículos de trabalho, os reservatórios e galões de combustíveis também são essenciais para os jipeiros, motoqueiros e barqueiros, que necessitam ter sempre um estoque extra dessas substâncias durante suas viagens. Além de serem a salvação para os motoristas desavisados que se veem desabastecidos antes de chegarem ao posto, e acabam sofrendo a famosa e indesejada “pane seca”, nos momentos mais inconvenientes.

O grande problema é que por serem inflamáveis e representarem um grande risco tanto para as pessoas quanto para o meio ambiente, quando transportados de forma errada, esse tipo de prática precisou ser regulamentada. Cabendo à ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) determinar as especificações dos galões e reservatórios usados para armazenar e transportar quantidades menores de gasolina, querosene, diesel, etanol e outras substâncias derivadas de petróleo. Para que assim como os tanques dos veículos, esses recipientes atendam às regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

O que estipula a norma para reservatórios e galões de combustíveis

De acordo com a norma técnica da ABNT NBR 15.594-1, é estritamente proibida a venda de qualquer tipo de combustível em garrafas, sacos plásticos e galões não certificados, independente do veículo de destino.

No caso de quantidades inferiores a 50 litros, a venda combustíveis pode ser feita em galões e reservatórios metálicos ou não, desde que rígidos e fabricados para essa finalidade e certificados pelo Inmetro.

O abastecimento deve ser feito com o galão ou reservatório do lado de fora do veículo e apoiado sobre o piso, com o bico embutido dentro dele ao máximo. Sendo que para evitar transbordamento, caso o produto dilate, o ideal é que o recipiente seja abastecido em até 95% da sua capacidade total.

Já para quantidades superiores a 50 litros, a venda de combustíveis fora do tanque pode ser feita somente se armazenado em reservatórios metálicos e devidamente certificados pelo INMETRO. Nesse caso, o abastecimento pode ser feito na própria carroceria do veículo utilizado no transporte, desde que o contato do recipiente com o bico, seja o mínimo possível.

Como se adaptar a norma

Para evitar problemas e não por em risco a segurança do meio ambiente e nem das pessoas que estão a volta, o ideal é se preparar e ter sempre à mão os recipientes dentro das exigências.

A boa notícia é que você pode fazer isso sem sair de casa, através da loja virtual da Petrolider. Na Petrolider é possível encontrar modelos de reservatórios e galões de polietileno de alta densidade e metal, de 5L, 10L e 20L e 50L para quantidades pequenas de combustíveis, e também reservatórios de metal de 200L e IBC de 1000L, para armazenar e transportar volumes maiores de combustíveis para abastecimento de maquinários e veículos agrícolas e industriais.

 

Engraxadeira: tudo que você precisa saber

Lubrificar é um dos principais cuidados que se deve ter na manutenção de grande parte dos equipamentos utilizados em diversos segmentos de produção e serviços, e isso tem um bom motivo: a lubrificação é a grande responsável por criar a película que irá impedir que uma peça entre em contato direto com a outra enquanto se movem, o que é essencial para evitar o atrito e futuros danos ao sistema. Por isso é tão importante, para muitos profissionais, ter uma engraxadeira sempre à mão.

A engraxadeira é um equipamento muito utilizado na lubrificação de equipamentos e veículos em postos de serviços, garagens, oficinas, máquinas agrícolas e industriais em geral.

A grande vantagem das engraxadeiras pneumáticas (ou propulsoras pneumáticas como também são chamadas), tanto para graxa, quanto para óleo, é que diferente das engraxadeiras manuais, elas não exigem esforço humano no seu manuseio, já que as ferramentas pneumáticas transformam o próprio ar em energia propulsora.

Como funciona uma engraxadeira pneumática

Existem diversos modelos de engraxadeiras pneumáticas, e embora possa variar o tipo de graxa e o tamanho do tambor que elas suportam, o seu funcionamento é bastante similar. O que muda são os acessórios, que podem acompanhar ou não o equipamento.

Os modelos mais completos costumam vir com tampa, disco compactador, lubrifil, mangueira, válvula de controle, conexão giratória e carrinho para facilitar o transporte. Sendo que a válvula de controle pode ser substituída por um medidor de graxa, caso seja necessário acompanhar com mais precisão o fluxo da quantidade de graxa.

Para começar o trabalho basta colocar a graxa no tambor, o disco no compactador e fechar a tampa. Feito isso, a engraxadeira já pode ser ligada no ar comprimido e a válvula de controle pressionada para começar a lubrificação.

Dicas de manutenção

Independente do modelo que você escolher, para manter sua propulsora pneumática para graxa funcionando por muito tempo, sem nenhum problema e com segurança, é preciso tomar alguns cuidados:

  • Sempre use graxa limpa e sem impurezas;
  • Jamais dobre ou amasse as mangueiras de graxa e ar;
  • Quando for reabastecer o reservatório, faça isso em um ambiente limpo;
  • Consulte sempre um profissional antes de trocar qualquer peça;
  • Só use produtos e peças originais;

Onde encontrar

Engraxadeiras manuais, propulsoras pneumáticas para óleo ou graxa, tambores de diversos tamanhos e peças de reposição originais das melhores marcas, você encontra na Petrolider.  Temos tem uma loja completa e profissionais qualificados para garantir que você faça a melhor compra, e assistência técnica em todo Brasil.

Acesse nosso site e saiba mais: https://www.petrolider.com.br/

 

Caixa separadora de água e óleo: por que você precisa ter

Item obrigatório por lei para diversos estabelecimentos, o equipamento separa a água dos resíduos que podem contaminar as estações de tratamento e o solo

A caixa separadora de água e óleo é um equipamento não só muito útil como também obrigatório para quem trabalha com combustíveis, graxas e óleos de qualquer natureza, como os postos de combustíveis, oficinas mecânicas, lavagens de carros e peças e todos os estabelecimentos que incluam o descarte desses produtos e seus derivados em suas atividades.

Como o próprio nome sugere, sua principal função é separar a água do óleo e seus efluentes, isolando resíduos oleosos, sólidos flutuantes e outros sedimentos, para que a água a ser descartada não contamine o meio ambiente.

Entendendo a obrigatoriedade da caixa separadora de água e óleo

A caixa separadora de água e óleo tornou-se obrigatória em 2000 com uma resolução do CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente). O principal objetivo da norma é preservar o meio ambiente, evitando que a água chegue contaminada nas estações de tratamento da cidade e que os resíduos de derivados de petróleo contaminem o solo ou atinjam as tubulações, formando gases e gerando risco de explosões.

Por isso, mesmo em pequenos estabelecimentos, é extremamente importante haver não só uma caixa separadora de água e óleo, como também é essencial que seu uso seja feito de forma adequada. A limpeza e a manutenção devem ser feitas constantemente, e a frequência da coleta dos resíduos deve ser estabelecida de acordo com o fluxo de uso e capacidade do equipamento.

Como funciona

As melhores caixas separadoras de água e óleo costumam ser fabricadas em polietileno de alta densidade, para evitar a oxidação dos seus elementos, e são compostas por cesto coletor de sólidos e filtro coalescente especialmente projetado para remover até partículas microscópicas.

Seu funcionamento se divide em três estágios, sendo que o primeiro se inicia logo na entrada da caixa, onde o defletor reduz a velocidade do efluente e o direciona ao cesto coletor, onde já ficaram separados os sólidos flutuantes. A água e o óleo são direcionados para o segundo estágio, onde passam pelo filtro coalescente, que graças ao seu formato e inclinação específicos, acelera o processo de vazão. Para entender melhor, preparamos um vídeo pra você.

No terceiro estágio, a água já nos padrões ambientais recomendados, segue para descarte na rede de esgoto ou reuso, e o óleo separado permanece dentro da caixa em suspensão, aguardando drenagem.

Onde comprar

Se você não quer arriscar e precisa de um material que atende 100% as exigências do CONAMA, a PetroLider é o lugar certo para você encontrar os melhores modelos de caixa separadora de água e óleo.  Além de contar com um atendimento especializado que irá te ajudar a escolher o equipamento certo para o seu estabelecimento e tirar todas as suas dúvidas sobre como usar e fazer a manutenção do produto.

Respeite o meio ambiente e a legislação, acesse https://www.petrolider.com.br/ e conheça nossos produtos!

Kit de abastecimento e bomba para transferência de óleo diesel: aprenda a usar e facilite o seu trabalho

Totalmente portáteis, estes equipamentos tornam o abastecimento e a transferência de combustíveis um processo simples e seguro.

Quantas vezes você precisou abastecer um veículo durante um trabalho ou até mesmo transportar um combustível de um lugar para outro, mas não tinha como fazer a transferência?

Para quem trabalha em construtoras, transportadoras, indústrias e em diversos outros segmentos, esse é um problema recorrente que pode atrasar ou até impossibilitar um trabalho. Por isso, a maioria das empresas investe em equipamentos como bombas e kits de abastecimento, e também em bombas para transferência de combustíveis.

Como os próprios nomes já sugerem, esses equipamentos servem para fazer o abastecimento ou transferência de combustível de um recipiente para outro, e podem ser encontrados no mercado em 3 modelos: elétricos (127v e 220v), a bateria (12v ou 24v) e também manuais.

Uma das grandes vantagens das estações de abastecimento e das bombas para óleo diesel, é que a maioria dos modelos, independente da capacidade, possuem um funcionamento bastante simples e são muito fáceis de manusear. Abaixo é possível conferir dois vídeos que fizemos para você: https://www.youtube.com/watch?v=Lr51lSICLnw&t=8s e https://www.youtube.com/watch?v=lKB16fxL36U

Kits para abastecimento elétrico e a bateria

As bombas para abastecimento já fazem um bom serviço e possuem um ótimo custo-benefício, mas para quem prefere contar com o aparato completo, o kit para abastecer (também chamado de unidade ou estação de abastecimento) é o mais indicado, já que vem com tudo que é preciso para fazer o trabalho com precisão e rapidez: bomba elétrica, bico para abastecer, mangueiras de sucção e de abastecer, além de marcador de litragem de até 4 dígitos. Confira um modelo de bomba aqui: https://www.petrolider.com.br/bomba-de-abastecimento-de-oleo-diesel-230v-60-lmin

Já um modelo completo você pode visualizar aqui: https://www.petrolider.com.br/kit-de-abastecimento-12v-para-oleo-diesel-com-medidor-4m-de-mangueira-e-bico-vazao-40-lmin

Para abastecer o veículo basta colocar a mangueira de sucção onde o combustível está armazenado, ligar o aparelho na energia e acionar o gatilho para ligá-lo. A vazão por minuto depende do modelo e capacidade do modelo escolhido, mas em todas é possível conferir os litros abastecidos pelo visor do medidor.

Se o seu kit for movido a bateria e não a eletricidade, o funcionamento será o mesmo, mas ao invés de ligar na energia elétrica, as garras do cabo serão conectadas a uma bateria veicular.

Bomba para transferência de óleo diesel

As bombas para transferência normalmente são acopladas a um tambor de óleo diesel e sua função é fazer a movimentação desse tambor, para recipientes como máquinas e geradores, por exemplo. A bomba deve vir acompanhada de uma mangueira, garras para ligar na bateria, filtro de tela para reter sujeiras sólidas e a rosca que será necessária para fazer o acoplamento no tambor.

Para começar a transferência só é preciso acoplar a bomba ao tambor, conectar a mangueira e as garras, para depois ligar o botão que acionará a bomba.

É importante lembrar que alguns modelos de bomba e unidade de abastecimento são específicos para um determinado tipo de combustível, enquanto outros, podem ser usados tanto para óleo diesel, gasolina, etanol e querosene. Tratando-se da gasolina, é necessário tomar uma precaução a mais: por ser um combustível volátil, a gasolina só pode ser abastecida por equipamentos que possuem certificação à prova de explosão.

E então, pronto para tornar o seu dia a dia muito mais eficiente com os equipamentos certos para o seu trabalho? Na Petrolider você encontra diversos modelos manuais, a bateria e elétricos, de bombas, kits para abastecimento e bombas para transferência de qualquer tipo de combustível.

Acesse www.petrolider.com.br e saiba mais.